Blog

Chegou aos 40? Como se preparar para a menopausa?

Como se preparar para a menopausa - D. Thales Medeiros

Quem está se aproximando dos 40 anos ou já chegou nessa idade, certamente, já se perguntou como se preparar para a menopausa. Em toda sua vida, a mulher está sempre tendo que lidar com as mudanças hormonais e no corpo. E em cada fase, nem sempre elas sabem como lidar com essas variações.

Mesmo depois que atingem certa idade e já estão mais maduras, enfrentar alguns processos pode ser um grande desafio. No artigo de hoje, vamos falar sobre a chegada dos 40 anos e como se preparar para a menopausa. Continue lendo e confira!

O que é a menopausa?

A menopausa é um período na vida da mulher, que se inicia quando ela para de menstruar. Isso acontece por causa da diminuição natural da produção hormonal dos ovários. Antes disso, a mulher passa pelo climatério, que começa no término do ciclo menstrual e pode durar até dez anos.

Há muitos mitos por trás da menopausa e um certo pânico, principalmente por causa das reclamações que envolvem calores excessivos, baixa libido entre outros sintomas. Embora cause mudanças significativas no organismo das mulheres, é possível viver bem com a menopausa, mantendo-se ativa, inclusive sexualmente.

A seguir você vai ver como se preparar para a menopausa e ter uma vida feliz depois dos 40.

Como se preparar para a menopausa: veja 7 dicas!

Faça terapia de reposição hormonal

A Terapia de Reposição Hormonal (TRH) é uma preparação para a menopausa, pois ajuda a aliviar os sintomas que são comuns nesse período, como a sensação de calor em excesso e a secura vaginal.

Embora proporcione muitos benefícios, a TRH deve ser recomendada por um médico. O ginecologista vai avaliar se essa é a melhor alternativa para o seu caso, pois algumas mulheres podem não se adaptar ou até desenvolver outros sintomas.

Mantenha o corpo equilibrado 

Durante a menopausa, muitas mulheres acabam ganhando peso, por causa das variações hormonais. Tendo isso em mente, você precisará manter cuidado redobrado com a sua alimentação e com a prática de exercícios físicos para evitar mudar muito o seu peso e sentir outros desconfortos por causa dele.

Procure um especialista para recomendar uma dieta saudável e faça exercícios físicos regularmente.

A atividade física é de extrema importância para fortalecer os músculos e te dará mais qualidade de vida e longevidade. Estima-se que:

  • após os 40 anos, se tenha uma perda da massa muscular em 6% a cada década;
  • a partir dos 50 anos, a força muscular diminua em 15% por década.

A mulher tem menor capacidade de manter a massa muscular, regredindo com o passar dos anos pela diminuição das atividades, pelo aumento dos processos catabólicos, e alterações nos hormônios do crescimento e sexuais, fatores predisponentes para essas perdas.

Os músculos são essenciais para a melhora da qualidade de vida e longevidade. Direta ou indiretamente os benefícios que os exercícios de força trarão para sua vida são:

  • Melhor controle do peso corporal;
  • Melhor controle dos picos de glicose no sangue
  • Manutenção da massa óssea, prevenindo osteoporose;
  • Diminui as chances de quedas e fraturas;
  • Fortalece o tecido conjuntivo, melhorando as articulações;
  • Prevenção de transtornos do humor;
  • Melhora de cognição, memória e prevenção do Alzheimer;
  • Prevenção de doenças cardiovasculares, infarto e AVC.

Fortaleça os ossos

Os níveis de estrogênio diminuem durante a menopausa, isso faz com que a formação óssea seja afetada. O corpo perde a capacidade de compensar essa perda de forma natural. Por isso, muitas mulheres também desenvolvem osteoporose nessa fase da vida.

Para evitar que isso aconteça com você, é fundamental investir em uma alimentação rica em frutas e vegetais, que sejam fonte de cálcio e vitamina D. O fortalecimento muscular também ajuda a fortalecer os ossos. Por isso, faça exercícios físicos.

Evite o tabaco

O tabagismo, segundo pesquisas, está associado a sintomas mais graves da menopausa e até o adiantamento da condição. O indicado é que as mulheres que fumam, considerem reduzir o consumo de cigarro e até parar totalmente para evitar o agravamento dos sintomas.

Tenha um sono regular

Ter uma boa noite de sono é importante para a saúde do corpo de forma geral. Para as mulheres que estão na menopausa não seria diferente. Com horários regulares para dormir, é possível combater os problemas que são causados pelos baixos níveis de estrogênio.

Por isso, tente dormir tempo suficiente para descansar o corpo e a mente, além de ter noites de sono mais tranquilas. Assim, você evita ter pensamentos ruins, que podem causar confusão mental e reduzir sua libido.

Cuide da saúde da boca

Durante a menopausa, um dos sintomas que as mulheres mais reclamam é a sensação de boca seca. Isso acontece porque o período também reduz o fluxo de saliva da boca, o que favorece o aparecimento e acúmulo de bactérias, que ajudam a formar cáries e tártaros.

Não só isso, a inflamação gengival, ardência bucal e perda óssea também são sintomas comuns da menopausa. Ter uma boa higiene bucal vai te ajudar a prevenir cáries, placa bacteriana e outras doenças na boca e até cardiovasculares.

Vá ao médico

Faça acompanhamento com o ginecologista de forma periódica para que ele consiga identificar quando a sua menopausa estiver começando. Assim, você vai conseguir se preparar melhor para essa fase.

Além disso, faça os exames regulares e anuais para controlar a glicemia, colesterol, vitamina D e cálcio, que são fundamentais para manter sua imunidade em alta. O médico também vai solicitar outros exames que serão importantes para você se preparar para a menopausa.

Quer conversar sobre esse momento da vida e saber como se preparar para a menopausa? Agende uma consulta!

 

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

VEJA TAMBÉM